2 de abril de 2010

o veneno.


Sinto a pulsação, frenéticamente em minhas veias. Fazendo com que o veneno circule por todo meu corpo, me entorpecendo. Posso escutar. As últimas batidas de um coração cansado de se lamentar, cansado de ser esmagado, costurado, despedaçado, culpado, julgado. Ódio. Meu ódio é o veneno que eu tomo querendo que o outro morra. (8)

4 comentários:

  1. /\ não entendi :/

    gosteei de "o veneno" /játedissepessoalmente:*

    ResponderExcluir
  2. aah, já te disse que tá muito bom *o*

    cade, cade mais posts? \o

    ResponderExcluir